Nação se mobiliza e torcedor símbolo estará em Montevidéu
Foto: Alexandre Araújo / UOL Esporte

Francisco de Moraes, 81 anos, já rodou o mundo para acompanhar o Mais Querido. Porém, se não fosse por mobilização da torcida, ficaria de fora da final da Libertadores contra o Palmeiras. O senhor rubro-negro não saber lidar muito bem com tecnologia e havia conseguido comprar ingresso para o dia 27, mas tudo deu certo com o apoio de alguns flamenguistas. Felipe diz porque não pulou em pênalti contra o Flamengo em 2009.

Siga o Diário do Fla no Twitter

“Acompanho o Flamengo desde 1967. Tenho 80%, 90% dos jogos do Flamengo. Na Libertadores, acho que perdi quatro jogos de 81 até agora. Em 1981 era muito mais fácil, não tinha essa tecnologia que tem hoje. Para ir a Montevidéu foi um parto. Houve uma mobilização nas redes sociais para eu conseguir comprar o ingresso. Comprar, pois não aceito coisa alguma de graça do Flamengo e nem de ninguém. Houve essa movimentação e conseguiram que eu comprasse esse bendito ingresso, e estarei em minha terceira final de Libertadores”, disse para o “UOL Esporte”.

Francisco também confidenciou ao portal que fez uma publicação se lamentando por não ter conseguido adquirir o ingresso, que o caso logo viralizou e as pessoas se mobilizaram para que o torcedor pudesse estar em Montevidéu.

Siga o Diário do Fla no Instagram

“Eu tenho uma vida de Flamengo. Eu tenho um site, por onde o pessoal que viaja me acompanha. Publiquei lá que não tinha conseguido ingresso. A mobilização foi por quê? Eu sempre corri atrás de ingresso para o pessoal ir. Quando vai para Oruro [Bolívia], vão 10, 12 pessoas, quem carrega sou eu. Quando vai para a Cidade do México [México], Potosi [Bolívia], sou eu quem mobilizo. Eles, agora, viram que eu estava sem, se mobilizaram e conseguiram que eu comprasse”.

Luis Eduardo Aragão foi um dos responsáveis pelo movimento e disse que Francisco é um torcedor símbolo e não poderia ficar de fora.

Curta o Diário do Fla no Facebook

“A importância do Moraes neste cenário de ingresso para quem vai viajar é muito importante. É, sem dúvida alguma, quem mais viajou para ver jogo do Flamengo. E antigamente não existia essa facilidade, que começou com ele enchendo muito o saco, de os visitantes poderem comprar antes. Tinha de ir ao local, para a porta do estádio, e comprar na bilheteria. Era o Moraes que sempre ia à bilheteria. É um cara que sempre lutou pela torcida do Flamengo sem nada em troca.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui