Perseguido? Ex-árbitro repreende comemoração de Gabigol em partida contra o Santos

Jogador fingiu que ia tirar a camisa em comemoração de gol

'É o jogador mais arrogante que já conheci', dispara Benja sobre Gabigol
Foto: Gilvan de Souza/CRF

Na última partida do Flamengo, contra o Santos, Gabigol mais uma vez foi protagonista de lance polêmico. Nesse sentido, assim que entrou na partida, no segundo tempo, o jogador teve confusão com o jogador adversário que resultou em cartão amarelo para ambos. Posteriormente, o camisa 9 do Mengão marcou um gol e em comemoração fingiu que ia tirar a camisa.

Siga Diário do Fla no Twitter 

O gesto, interpretado como uma pegadinha por torcedores, gerou polêmica após o ex-árbitro Paulo César de Oliveira declarar que o jogador deveria ter sido expulso da partida. Na ocasião, o especialista de arbitragem cita regra que pune determinada ação do atleta do Mengão.

Siga Diário do Fla no Instagram 

“A regra diz que: ‘Um jogador deve ser advertido com cartão amarelo, inclusive se o gol for anulado, se tirar a camisa ou cobrir a cabeça com a camisa’. Ou seja, a arbitragem não percebeu a ação do Gabigol, e o que foi uma ‘pegadinha’, poderia ter gerado uma expulsão. Se o árbitro vê esse tipo de situação, tem que expulsar o jogador”, disse o ex-árbitro no quadro “Central do Apito”.

Curta Diário do Fla no Facebook