Início Notícias Com Maracanã vetado, Vasco x Chapecoense será em São Januário

Com Maracanã vetado, Vasco x Chapecoense será em São Januário

Partida marcará o retorno de Alex Teixeira ao cruzmaltino

Vasco vai tomar 'medidas cabíveis' caso não tenha resposta do Flamengo até meio-dia
Foto: Paula Reis/CRF

O Vasco tentou mas mais uma vez não foi autorizado pelo consórcio da dupla Flamengo e Fluminense para jogar uma partida no Maracanã. Nesse sentindo, o clube cruzmaltino buscava sediar a partida contra a Chapecoense no tradicional palco do futebol carioca. Com o veto, a partida será sediada em São Januário. Informação dada pelo site “GE”.

Siga Diário do Fla no Twitter

A partida marcará a estreia de Alex Teixeira, que retorna ao clube após 12 anos. O Vasco se comunicou em nota oficial e afirmou que a decisão de jogar no próprio estádio é devido ao curto tempo viabilização da operação do jogo. Além disso, o clube cruzmaltino afirma que a atitude colaborará para uma melhor experiência ao torcedor.

Siga Diário do Fla no Instagram 

Por fim, o Vasco lamentou a não autorização para jogar no Maracanã. Do mesmo modo, o clube informou que a situação foi enviada ao departamento jurídico do clube, que irá avaliar e tomar as atitudes cabíveis. Confira a abaixo a nota na integra:

Curta Diário do Fla no Facebook 

Nota oficial 

“Pouco antes das 12h desta terça-feira, o Vasco da Gama recebeu do Consórcio Maracanã um ofício com a negativa da disponibilização do estádio para o Vasco enfrentar a Chapecoense no próximo domingo, 16h, na reestreia de Alex Teixeira com a camisa do clube.

É a segunda vez seguida que o estádio, bem público pertencente ao Estado do Rio de Janeiro, é negado ao clube. Da última vez, contra o Sport, o Vasco teve que recorrer à justiça contra o CR Flamengo, permissionário do estádio, após ser impedido de utilizar um equipamento que é público e que deve estar aberto e disponível para todos os grandes clubes do Rio de Janeiro em igualdade de condições. Como expresso da proposta do CR Flamengo ao Governo do Estado, assim como o termo de referência do contrato de uso precário. Esse entendimento foi ratificado por duas instâncias do TJ-RJ.

O caso foi encaminhado para o departamento jurídico do clube que vai avaliar as medidas cabíveis. O Vasco da Gama lamenta que o Consórcio Maracanã venha, mais uma vez, cercear os diretos do clube e de sua torcida, se assenhorando arbitrariamente de um patrimônio público que não lhe pertence. 

O Vasco da Gama informa ainda que pelo tempo apertado para se viabilizar a melhor operação do jogo e a melhor experiência para o seu torcedor, decidiu que irá jogar domingo contra a Chapecoense em sua casa, São Januário. A venda antecipada de ingressos terá início amanhã, quarta-feira, às 10h”.