Banco BRB pode investir no futebol feminino do Flamengo
(Foto: Reprodução/Twitter/NacaoBRBFla)

Depois de fechar patrocínio Master com o Flamengo, o banco Nação BRB Fla já tem mais de 1 milhão de contas abertas. Em entrevista ao canal “Paparazzo Rubro-negro”, no Youtube, o presidente da empresa, Paulo Henrique, afirmou que, com esses números, o valor de mercado da marca já ultrapassa os R$ 5 bilhões. Vale destacar que o Mais Querido tem direito a 50% das ações.

“A gente se baseia por outros negócios feitos, por outros bancos, principalmente no exterior. Hoje, os bancos que têm colocado suas ações na bolsa tem recebido mil dólares por cada conta aberta. Como a gente tem 1 milhão de contas, então, 1 bilhão de dólares, que corresponde a R$ 5 bilhões”, afirmou o presidente.

Com isso, ao ser questionado pelo Paparazzo Rubro-Negro, Paulo Henrique afirmou que se tomassem a decisão de vender hoje a empresa, o Flamengo faturaria cerca de R$ 2,5 bilhões. Mas, no momento, ainda não há um lucro físico. O presidente ressaltou que, para isso acontecer, as pessoas que abriram as contas precisam movimentá-las.

“O que a gente precisa é que o Nação BRB dê lucro. Nesse momento, a gente está abrindo muita conta e montando nossa base de clientes. São esses clientes, movimentando a conta, fazendo depósitos, investindo, usando o cartão, comprando o seguro… que começam a gerar receita e desse resultado da receita que vem a divisão (para o Flamengo). Então, quanto maior o banco, maior esse bolo de receita para ser dividida entre os dois. O segredo é o cliente usar tudo que está sendo oferecido”, afirmou.

Paulo Henrique também fez uma projeção em que, considerando o número de contas e as futuras receitas, o Flamengo receberia R$ 100 milhões em até cinco anos. Ele destacou que, para isso acontecer, depende dos torcedores rubro-negros. “A gente projeta, no quinto ano, algo perto de 200 milhões de resultado. Seria 100 milhões para o Flamengo, fora o valor que está sendo gerado, caso o Flamengo queira vender parte das ações. Está nas mãos da torcida”, disse.

O presidente do banco também fez questão de exaltar a torcida do Flamengo. “Essa é a força da Nação. A Nação quando pede, quando vê o benefício ao Flamengo, sabe que pode transformar a realidade. Ela entra em campo de verdade. E é isso que a gente está vendo. E olha que não tem nem público no estádio, a gente ainda não começou a fazer as experiências todas e permitir que as pessoas viajem com o time, voltem ao Maracanã, vão no Ninho do Urubu… A Nação é sensacional. E vem mais por aí, vem muita coisa. Ninguém segura o Flamengo”, destacou Paulo Henrique.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui