Torcedores-Flamengo
(Foto: Reprodução / Twitter)

Na noite desta sexta-feira, a delegação do Flamengo chegou em Fortaleza. O Mais Querido encara o Ceará, neste sábado, às 16h30, na Arena Castelão, em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Diferentemente da maioria das vezes que joga fora do Rio de Janeiro, desta vez além da tradicional festa que é feita na porta dos hotéis que a delegação chega, os jogadores presenciaram um protesto de alguns torcedores que foram receber o time.

Os principais alvos foram Rodolfo Landim, Marcos Braz, Bruno Spindel e o DM do Mais Querido. Quando alguns integrantes da diretoria do Flamengo passaram, alguns torcedores atiraram pipocas neles.

Cartazes pedindo a saída de Landim e Braz, questionando a competência do DM rubro-negro e a posição da equipe no Brasileirão foram vistos com os torcedores. Durante um link ao vivo da ‘ESPN’, um torcedor que acabou não se identificando, deu sua opinião sobre os últimos atos da diretoria rubro-negra.

Siga o Diário no Instagram

“O sentimento é de vergonha e humilhação, o que fazem com o torcedor fora do Rio de Janeiro é uma vergonha. O Landim chegou prometendo que não seria assim e acabou traindo os torcedores. A nota oficial para criticar a torcida é mais uma vergonha, quer dizer que a torcida não pode mais se manifestar? Só podemos aplaudir? O torcedor tem que apoiar na hora certa e criticar na hora certa. O Paulo Sousa não é técnico para o Flamengo, mas ele não é o maior dos problemas. Os maiores problemas vêm de cima, a diretoria é completamente omissa”, disse o torcedor.

Siga o Diário no Twitter

O clima já mostra que a vitória é o único resultado que vai conseguir amenizar um pouco essa fase que o Flamengo vai vivendo, dentro de campo as atuações estão abaixo do esperado pelos torcedores. Fora dos campos, a diretoria vem se omitindo de alguns assuntos e tomando decisões bem questionáveis pelo seu torcedor.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui