Gabigol precisa de 195 minutos para gerar uma oportunidade de gol no Brasileirão
Gabigol em partida contra o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo.

O Flamengo chegou a mais um empate no Campeonato Brasileiro. Desta vez, numa partida contra o Cuiabá no Maracanã, que terminou em 0 a 0. O jogo foi marcado pelo retorno de alguns nomes que desfalcaram o Mais Querido nos últimos dias. Alguns desses foram Everton Ribeiro e Gabigol, que voltaram após os seus compromissos com a Seleção Brasileira. Mas, de acordo com Renato Gaúcho, o artilheiro rubro-negro teve um mal estar antes da partida no último domingo, ou seja, não estava em total condição para entrar em campo.

Siga Diário do Fla no Instagram

“O Gabigol quase que nem entra em campo. Ele passou mal no vestiário e no intervalo. Tomou remédio antes do jogo. Tomou remédio no intervalo. Eu perguntei para ele se tinha condições, se estava passando mal. Pedi para voltar mais alguns minutos no segundo e caso não desse, eu ia ter que tirar. Ele passando mal do estômago, deixar ele em campo não estando bem, coloquei um homem de área. Deixei ele o máximo no campo. Mas chegou um momento que tive que tirar”, disse Renato Gaúcho em entrevista coletiva após o empate.

Siga Diário do Fla no Twitter

Durante o segundo tempo, Gabigol foi substituído por Vitor Gabriel. No entanto, enquanto esteve em campo, o artilheiro não participou de maneira tão efetiva. Enfim, a partida contra o Cuiabá marcou o quarto empate rubro-negro no Campeonato Brasileiro. Por outro lado, o Flamengo também tem 14 vitórias e 6 derrotas após 24 jogos na competição. Dessa forma, a equipe de Renato Gaúcho conseguiu segurar a 2ª colocação na competição com 46 pontos. No entanto, à sua frente está o Atlético-MG (56 pontos).

Curta Diário do Fla no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui