‘Quarteto no meio faz Tite esquecer esquema com pontinhas’, dispara jornalista

RMP falou sobre a nova escalação colocada por Tite

Foto: Reprodução

Na noite da última quarta-feira, o Flamengo venceu o Sampaio Corrêa por 2 a 0 e fez a festa da torcida presente no Mangueirão, em Belém. O técnico Tite aproveitou o duelo para, mais uma vez, realizar testes na equipe.

Em publicação no Twitter, o jornalista Renato Maurício Prado, o RMP, falou sobre a opção do treinador de colocar o quarteto (Pulgar, Gerson, Arrascaeta e De La Cruz) no meio-campo.

”Gabriel e Bruno Henrique, enfim, começaram uma partida como titulares, jogando juntos, com Tite. Não decepcionaram. Nenhum dos dois fez exibição à altura de seus melhores momentos, em 2019, mas marcaram gols (os dois da vitória sobre o Sampaio Corrêa) e, no mínimo, colocaram uma dúvida na cabeça do treinador, que até então indicava sua linha de frente predileta com Pedro e Cebolinha”, escreveu, antes de emendar:

”Qual será a dupla de ataque contra o Vasco, no próximo domingo? Difícil prever. Mas há algo que começa a se desenhar definitivo: o técnico que chegou ao Ninho do Urubu sonhando com um esquema que flertava com o jogo posicional, com dois pontas abertos e apenas três homens no meio-campo, vai se convencendo que, pelas características do elenco que dirige (principalmente depois da chegada do ótimo Nicolas De La Cruz), este se presta muito mais a um quarteto na armação e apenas dois atacantes de ofício à frente”, complementou.