'Nas grandes conquistas do Flamengo, o protagonista não era o técnico', diz Celso Unzelte.
Renato Gaúcho durante treino em Montevidéu, no Uruguai. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo.

Durante o programa “F360”, da “ESPN Brasil”, Celso Unzelte e Raphael Prates comentaram sobre a grande final da Copa Libertadores no próximo sábado. Mas, os jornalistas tiveram que responder a seguinte pergunta: em caso de conquista de título, o Renato Gaúcho se tornará um dos maiores técnicos da história do Rubro-Negro carioca? Segundo Unzelte, “nas grandes conquistas do Flamengo, o protagonista não era o técnico”.

Siga Diário do Fla no Instagram

“Nas grandes conquistas do Flamengo, o protagonista não era o técnico. O Jorge Jesus é uma exceção recente. Na história do Flamengo você tem como técnicos: o Jorge Jesus; o Fleitas Solich, paraguaio que era chamado de ‘Feiticeiro’, porque fazia as suas mágicas táticas; o Cláudio Coutinho; e o Flávio Costa. As grandes conquistas do Flamengo não tem o técnico como protagonista. O Flamengo é campeão mundial e muita gente tem que parar duas vezes para pensar que o técnico era o Carpegiani. Grandes conquistas nacionais do Flamengo foram, por exemplo, com o Carlinhos, que era um quebra-galho, o Andrade. O Jorge Jesus veio para mudar isso. Se fez um barulho em cima do Jorge Jesus, que não se faz em cima de um técnico do Flamengo desde o Solich”, disse Celso Unzelte.

Siga Diário do Fla no Twitter

“Flamengo tricampeão da América no sábado, em Montevidéu, se isso acontecer, claro que o Renato tem uma grande importância. Ele é o técnico do Tri. Ele pode ser o técnico de uma conquista importante para o Flamengo. Agora, tem que se saber como o torcedor rubro-negro vai encarar o Renato nessa conquista. Acho que ele coloca o nome dele numa galeria muito importante de técnicos campeões pelo Flamengo”, complementa Raphael Prates.

Curta Diário do Fla no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui