Início Futebol de base Mateusão fala sobre trajetória, recuperação da lesão e alegria de jogar no...

Mateusão fala sobre trajetória, recuperação da lesão e alegria de jogar no Flamengo: ‘Realizando sonho de criança’

Em entrevista exclusiva ao DIÁRIO DO FLA, centroavante também comentou sobre os ídolos no futebol e expectativa do desempenho do Flamengo na Copinha

(Foto: Bruno Ourique/Diário do Fla)

Mateus Lima, mais conhecido como Mateusão, é um dos nomes mais badalados do elenco do Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com passagens por seleções de base, o forte e técnico centroavante, de 17 anos, é o artilheiro do Mais Querido na competição, mesmo tendo começado na reserva nos dois jogos. Quem vê isso nem percebe que há três meses e meio, o jogador estava passando pela maior dificuldade da carreira.

No dia 22 de setembro de 2021, Mateusão sofreu uma forte lesão ligamentar no tornozelo. O centroavante vivia ótima fase e, inclusive, tinha acabado de ser chamado para atuar no sub-20. Entretanto, o atleta trabalhou para poder retornar o quanto antes e conseguiu. Apenas um mês e meio depois, o artilheiro voltou e ainda foi decisivo na final da Copa do Brasil sub-17. Ele entrou no segundo tempo do jogo de ida contra o São Paulo, quando estava 1 a 1, precisou de apenas 6 minutos para marcar e ainda participou do terceiro.

Em entrevista exclusiva ao DIÁRIO DO FLA, que está fazendo a cobertura completa da Copinha, Mateusão falou sobre o baque ao sofrer a lesão e como foi o retorno. Ele elogiou o Departamento Médico do Flamengo e ressaltou o trabalho que fez para poder retornar o quanto antes.

“Foi um momento muito difícil para mim. Eu tinha acabado de subir para o sub-20 e veio uma lesão muito grave. Mas, foi um período de tranquilidade. O pessoal do Departamento Médico está sempre me ajudando, me apoiando, para eu entrar em campo sempre preparado. Trabalhei de manhã, à tarde e à noite para chegar no jogo e fazer o meu melhor”, disse Mateusão.

O retorno, claro, foi espetacular, com a partida contra o São Paulo na final da Copa do Brasil sub-17 e o título no jogo de volta. Depois de um período de férias, Mateusão voltou com o elenco em dezembro para iniciar a preparação da Copinha. A estreia, mais uma vez, foi sensacional. O centroavante começou no banco, entrou na segunda etapa e marcou 3 gols em cima do Forte-ES. O jogador falou sobre esse começo de competição.

“Fiquei muito feliz de poder entrar e ajudar a minha equipe com três gols. A nossa preparação foi muito importante para que eu pudesse chegar preparado. Graças a Deus fui feliz e acho que foi fundamental para dar confiança para a gente na Copinha, na nossa estreia. Agora é continuar para alcançar nossos objetivos”, comentou Mateusão.

Agora, o atacante terá uma responsabilidade ainda maior na Copinha. Isso porque, sete jogadores que foram titulares nos dois primeiros jogos voltaram ao Rio de Janeiro para a disputa do Campeonato Carioca profissional, dentre eles os dois centroavantes, André e Ryan Luka, além de Matheus França. Com isso, Mateusão deve ser o novo titular e referência da equipe.

Sobre essa nova situação, o atleta afirmou que é algo que está acostumado a fazer ao longo da carreira. “A gente sempre tem bons jogadores, como o Ryan e o André. Agora é assumir a responsabilidade, como sempre fiz com meus companheiros, entrar dentro de campo e dar o meu melhor para ajudar minha equipe”, destacou.

Trajetória

Mateusão cresceu em Minas Gerais e passou por três escolinhas de futebol, do Vila Nova, Tradição e Limeira, até chegar no primeiro clube: o América-MG. Foi no Coelho que o centroavante começou a se destacar. Em três anos na equipe mineira, o jogador chegou nas seleções de base e, inclusive, foi campeão sul-americano sub-15 em 2019. No mesmo ano, assinou com o Flamengo. Ele contou como foi a alegria de chegar no Mais Querido.

“Quando eu jogava no América, sempre teve vários clubes me querendo. Aí quando pintou a oportunidade do Flamengo, sem dúvidas, foi motivo de muita felicidade para mim e para minha família, porque se trata de Flamengo, o clube gigantesco que é. Hoje estou aqui, realizando esse sonho de criança. Espero dar continuidade e poder honrar o Manto Sagrado”, disse.

O centroavante foi contratado pelo rubro-negro carioca com 15 anos e, em 2020, assinou o primeiro vínculo profissional com o Flamengo. O contrato é até 2025 e a multa rescisória é de 50 milhões de Euros, o que corresponde a R$ 320 milhões na cotação atual.

Ídolos

Como um bom atacante, Mateusão tem como ídolos no futebol outros jogadores da posição. O principal não é só dele, mas de toda a Nação Rubro-Negra: Gabigol. O jovem atacante admira a movimentação e posicionamento do camisa 9 do time principal do Flamengo.

“Meu ídolo dentro do clube é o Gabigol. É um cara que me espelho muito, até pela hombridade que tem dentro de campo, posicionamento e sempre estar pronto para marcar gols. É isso que me vejo nele”, disse Mateusão.

Mas, não é apenas Gabigol quem o centroavante tenta se espelhar. Desde mais novo, o jogador sempre admirou um outro companheiro de posição, Lewandowski. Mateusão afirmou que observa como o Melhor do Mundo de 2020 atua para tentar botar em prática.

“Eu sempre gostei muito do Lewandowski. É um cara que hoje, acho que a maioria dos centroavantes olham para ele, se espelham nele, pois é um cara que sempre está jogando bem, sempre está marcando os gols. Então acho que é um cara que também dá muita visibilidade para o que a gente pode fazer dentro de campo”, disse.

Relação com o treinador

A carreira de Mateusão no Flamengo, até o momento, foi majoritariamente no sub-17, com poucos jogos no sub-20, justamente por conta da lesão. Agora, com a Copinha, o centroavante pôde, finalmente, passar um período maior na categoria, sendo treinado por Fábio Matias. O jogador falou de como está sendo a relação e as práticas com o novo técnico.

“Cada treinador tem sua forma de trabalhar. Fábio Matias é um cara super tranquilo. Sempre que a gente tem alguma dúvida, a gente chega nele, pergunta e ele tenta esclarecer da melhor forma possível. Quando a gente entra em campo a gente está com todas as medidas possíveis para tomar as nossas decisões e fazer nosso melhor”, disse.

Objetivo

Ao ser questionado sobre os objetivos que tem na carreira, Mateusão deixou claro que o foco é no atual momento no Flamengo. O artilheiro mostrou muita vontade em conquistar a Copa São Paulo e disse que confia na força do elenco rubro-negro para levar o título.

“Tenho muitos sonhos junto com a minha família, mas o principal agora é focar no Flamengo, aqui na Copinha, para se Deus quiser a gente conseguir o título. A confiança é a maior possível. Temos um bom elenco, um grupo qualificado, quando a gente entra em campo temos resultados positivos e isso nos dá cada vez mais confiança”, afirmou.

O próximo desafio de Mateusão e do Flamengo no torneio é contra o Oeste. As equipes se enfrentam na terça-feira (11/01), às 21h45, na Arena Barueri, pela última rodada da fase de grupos. As duas equipes já estão classificadas e duelam para definir quem fica na primeira colocação. O Mais Querido precisa de apenas um empate para garantir a liderança. A tendência é que o jovem centroavante seja titular pela primeira vez na competição.