Marcos Braz nega negociação por Oscar: ‘Nunca iniciamos conversas com o clube chinês’

Rubro-Negro segue em busca de reforços na janela de transferência

Foto: Reprodução

O Flamengo anunciou, nesta segunda-feira (18), no Ninho do Urubu, a contratação de Arturo Vidal. Nesse sentindo, após a apresentação, o vice-presidente de futebol do clube negou qualquer negociação do Mais Querido por Oscar, atualmente no futebol chinês.

Siga Diário do Fla no Twitter 

“Bem em relação ao jogador Oscar, há mais ou menos 10 dias atrás, fizemos uma consulta, com quem toma conta da carreira do atleta, se haveria a possibilidade de um retorno do atleta ao futebol brasileiro. Na época, o jogador estava resolvendo alguns problemas pessoais, mas a tendência é de que o meia teria bastante dificuldade para uma autorização do clube chinês para que o Oscar jogasse em qualquer time fora da China”, disse o dirigente.

“Na mesma consulta, aproveitei para saber sobre questões salarias, para calcular possíveis reduções de salarial. Isso se o atleta viesse de fato ao Flamengo. Contudo, ficamos curiosos para saber se havia outros fatores envolvidos como patrocínio. Isso porque, eram valores bem consideráveis e até desanimamos na negociação. Aliás posso dizer que nunca entramos em negociação com o clube chinês”, concluiu.

Além disso, o dirigente também falou sobre uma possível grata surpresa na janela, negociação com Walace e Wendel, chegada de um novo lateral direito, novo conselho de futebol, briga por títulos e muito mais; Confira:

Siga Diário do Fla no Instagram 

Grata surpresa 

“O Oscar seria uma grata surpresa não só para a torcida, mas para todos nós. Isso porque, é um jogador que tem um histórico maravilhoso, em relação a carreira profissional. É um jogador que jogou na Inglaterra e em outros polos importantes , até fazer a opção de ir para a China, em 2017. Mas estamos analisando outras opções”.

Wendel e Walace

“Acho que esta semana é muito importante. A gente vem pedindo seriedade, até para avançarmos para outros jogadores se a gente entender que não conseguirá obter êxito nesses atletas. Agora, é sempre bom reforçar, que já trouxemos dois grandes reforços nesta janela, porque se não a cobrança, baseada em expectativas, fica maior do que a realidade. Há cinco minutos atrás, apresentamos o Vidal, que é um grande jogador. Semana passada, apresentamos o Everton Cebolinha, de 26 anos, na flor da idade, para ajudar o Flamengo. Por fim, não pretendemos estender as contratações até o fim da janela”.

Lateral direito 

“O Rodinei tem contrato até o final do ano e na hora certa trataremos do assunto. Aliás, este assunto, está sento tratado com a maior naturalidade do mundo. Até porque, o atleta ainda tem contrato com o clube. Além disso, temos o Mateusinho, dois jogadores que confiamos. Precisamos entender que aqui, não é a Seleção Brasileira, onde aponta o jogador lá e manda vim. A gente, embora possa achar que existe uma necessidade real, também temos os planos financeiros que precisamos seguir”.

Curta Diário do Fla no Facebook 

Nova formação do conselho de futebol

“Primeiro, estou muito feliz com a nova composição do conselho de futebol. Quando estivemos a nossa primeira reunião com o novo conselho, estas duas últimas contratações já estavam bem encaminhadas. Nesta mesma reunião, a gente falou sobre o Wendel e Walace. Ou seja, defendemos a tentativa de contratar estes dois atletas. A gente terá um bom convívio, exatamente como tínhamos com a antiga composição”.

Banco central 

“Acho que tivemos um ponto, que foi fundamental neste processo todo, e cada um entende de uma maneira. Contudo, o fato da gente não poder ter ido a janela no início do ano deixou o ambiente dentro do clube um pouco mais estressado. Tivemos um pedido, de ordem superior ao presidente Landim, que agiu de forma correta em travar as contratações. Agora, após o episódio com o Banco Central, fica mais fácil de se tomar decisões. Mas na época, tínhamos um cenário de muita imprevisibilidade.

Nova rota na comissão técnica

“Da mesma maneira que o Jorge Jesus deu certo aqui, um ou outro vai vim  não vai ter bons resultados. Isso é normal. Podemos até querer ficar procurando os erros e fazer uma auto analise, mas o mais importante é corrigir a rota e seguir daqui pra frente. A gente entendeu que deveria ocorrer uma troca de comando, e ele foi feita. Chegou a janela e estamos reforçando o elenco. A tendência é ter um final de temporada melhor do que o início”.

Briga por títulos 

“O Flamengo convive com isso sempre, mas temos que conviver de uma maneira clara e honesta. Por exemplo, ouvir alguns questionamentos, e entendo, sobre a escalação do jogo passado, mas podem acreditar, entrou em campo a melhor equipe que estava disponível para entrar em campo. Aqui queremos ganhar as três competições e jogamos para isto. Todavia, isso não quer dizer que não iremos fazer ajustes para podemos ir avançando nas competições, e o dirigente e a comissão técnica sempre estará no meio desta pressão”.

Cristiano Ronaldo 

“Temos que tratar os nossos negócios de uma maneira muito séria. Em nenhum momento, a gente tratou com o Cristiano Ronaldo, aliás nem pensamos nisso. O que se tem de conhecimento, é que em um momento na Europa, eu conheci a mãe do jogador em um restaurante e em um breve papo ela me tratou com muita cordialidade e foi apenas isso. Em nenhum momento pensamos em trazer o Cristiano Ronaldo”.