‘Flamengo dá muito poder ao jogadores, parece que são eles que dirigem o clube’, afirma Maurício Noriega

Paulo Sousa vive crise no Mais Querido

'se outro técnico não der certo no Flamengo, é um atestado de incompetência do Marcos Braz e do Bruno Spindel', diz comentarista
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo ganhou mais um capítulo na crise interna no Ninho do Urubu. Dessa vez, Paulo Sousa se envolveu em desentendimento com Diego Alves. O Treinador chegou a expor o caso na última coletiva, o que gerou atrito nos bastidores do clube. Nesse sentindo, para o comentarista Maurício Noriega  a culpa do atual cenário é da diretoria.

Siga Diário do Fla no Twitter 

“A situação do Paulo Sousa é muito difícil, o Flamengo virou um ‘Big Brother’. Ou seja, é uma eterna ‘DR’, todo dia tem algum problema, nem um vitória convincente consegue acalmar o clima no clube. E isto é problema do comando do futebol do Rubro-Negro, que não consegue resolver este problema”, avaliou o comentarista no programa “Tá na área”.

Siga Diário do Fla no Instagram 

Além disso, Noriega afirmou que o Flamengo dá muito poder aos jogadores do elenco. Dessa forma, aparenta que os atletas são quem comandam as ações do clube. Por isto, o Rubro-Negro não consegue firmar um técnico desde a saída de Jorge Jesus do Rubro-Negro, em 2020.

Curta Diário do Fla no Facebook 

“O Flamengo dá muito poder ao jogadores e os caras que mandam realmente no futebol e na instituição do clube sempre demoram para se posicionar. Além disso, quando se posicionam, não realizam com frequência e de forma firme. Nesse caso do Paulo Sousa, alguém da diretoria já deveria ter se posicionado. Mas o Flamengo deixou que jogadores crescessem demais. Parece que o clube é dirigido pelos atletas”, concluiu.