Flamengo e Internacional se enfrentaram neste sábado (20/11), no Beira-Rio, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi muito movimentado. O Mais Querido abriu rapidamente 2 a 0, com gols de Gabigol e Andreas Pereira, após linda jogada coletiva. O confronto, entretanto, continuou aberto. As duas equipes criaram e desperdiçaram várias chances, até que o colorado diminuiu no final do primeiro tempo, com Taison. A segunda etapa teve vários lances, mas nenhum time marcou e o Mengão terminou com o 2 a 1, sendo a 4ª vitória consecutiva.

O primeiro tempo foi muito agitado. A partida começou ótima para o Flamengo. Logo aos 3 minutos, o Mais Querido abriu o placar. Vitinho fez jogada na direita e encontrou Gabigol na entrada da área pela esquerda, que dominou e chutou no carrinho, sem chances para Lomba. O Inter assustou em cabeçada de Bruno Méndez aos 5, mas, pouco depois, o rubro-negro fez o segundo. Aos 10, Michael passou para Vitinho na esquerda, que inverteu o jogo rasteiro para Everton Ribeiro, próximo da área. O camisa 7 deu um toque genial de primeira para infiltração de Andreas Pereira, que finalizou e ampliou.

Depois, o jogo passou a ficar aberto, com as duas equipes atacando. O Inter buscava pressionar e criou algumas boas chances. Aos 16, após cruzamento, Taison finalizou e parou no goleiro. No minuto seguinte, Everton Ribeiro invadiu a área e foi derrubado por Moisés. Apesar do pênalti claro, o juiz não marcou e o VAR não chamou. O colorado voltou a assustar aos 21, em finalização de Palácios dentro da área, que Diego Alves fez grande defesa. Em seguida, Edenilson arriscou de longe e passou próximo da trave. Já aos 23, em ótimo contra-ataque, no 3 contra 2, Everton Ribeiro passou para Vitinho na esquerda, que serviu Gabigol, livre na área. O camisa 9 dominou de frente para o goleiro, mas mandou para fora, desperdiçando grande oportunidade.

O Mais Querido voltou a assustar em finalização de Vitinho aos 24, que parou em Lomba. A partida continuou lá e cá. Aos 29, Edenilson bateu falta colocada, que passou rente à trave. Michael, que não estava no melhor dia, criou duas boas jogadas. Na primeira, aos 30, em arrancada pela esquerda, tentou o cruzamento rasteiro para Gabigol, mas foi cortado. Já aos 38, o ponta cortou para dentro e finalizou de fora da área, passando próximo do gol. Gabigol teve uma outra excelente chance um minuto depois. Vitinho fez linda jogada, cortou três marcadores e serviu o camisa 9 dentro da área. O atacante tinha Everton Ribeiro livre, mas optou pelo chute e acabou parando em Lomba. Justamente no escanteio dessa jogada, o Inter fez o gol. Em contra-ataque, Taison disparou no 2 contra 1, tabelou com Palacios e chutou de frente para o goleiro, descontando.

Depois do gol, o Inter ainda teve algumas chances de empatar no primeiro tempo. Aos 42, Sarabia chutou de dentro da área e Diego Alves defendeu. Dois minutos depois, o goleiro rubro-negro fez grande defesa em finalização de Palacios. Já aos 45, o colorado pressionou a saída do Flamengo e, após passe de Diego Alves para o meio da área, Patrick chegou batendo, mas David Luiz tirou em cima da linha. Na sequência, Edenilson ainda fializou de fora da área, parando no goleiro. A partida foi para o intervalo com 2 a 1 no placar e muito agitada.

Na segunda etapa, o Inter voltou melhor, pressionando na frente. Mas, foi o Flamengo o primeiro a criar chances de perigo e não foram poucas. Aos 10, Filipe Luís cruzou para Gabigol na área, que cabeceou fraco, para fora. Três minutos depois, Vitinho lançou Michael na esquerda, que avançou, tentou cruzar, mas a bola desviou e quase enganou Lomba, que defendeu. Já aos 17, Vitinho finalizou de dentro da área, Cuesta resvalou e o goleiro fez grande defesa. Gabigol recebeu bola do camisa 11 dentro da área aos 19 e bateu nas mãos de Lomba. O artilheiro teve outra chance aos 21, após passe de Everton Ribeiro, mas chutou de direita sem muito perigo. Vitinho, por sua vez, fez arrancada no minuto seguinte, entrou na área e finalizou por cima.

Renato Gaúcho fez a primeira mudança aos 24, tirando Vitinho, um dos destaques da partida, e colocando Kenedy. O ponta criou uma grande chance aos 29. Depois de receber bela bola em profundidade pela esquerda, o jogador finalizou com força, cruzado, parando em defesa incrível de Lomba. O Inter criou a primeira oportunidade aos 32, ficando muito próximo de marcar. Após batida de escanteio, Patrick cabeceou na primeira trave, a bola passou por Diego Alves e iria entrar, mas Willian Arão tirou em cima da linha, salvando o Mais Querido. Aos 33, o treinador rubro-negro fez uma alteração tripla, tirando Isla, Michael e Everton Ribeiro, para colocar Matheuzinho, Rodinei e Arrascaeta. Pouco depois, aos 38, a última mexida, com Ramon entrando na vaga de Filipe Luís.

O Inter teve uma boa chance aos 39, em finalização de Taison da entrada da área, mirando o ângulo, que passou próxima da trave. O Flamengo chegou a marcar o terceiro aos 40. Matheuzinho recebeu passe de Rodinei na direita, cruzou rasteiro para Gabigol, que desviou e Lomba fez grande defesa. No rebote, Arrascaeta não alcançou, mas Kenedy botou para o fundo das redes. Entretanto, o VAR anulou o lance por impedimento do camisa 9 no começo da jogada.

a próxima partida, o Mais Querido enfrenta o Grêmio, fora de casa. A partida será realizada na terça-feira, às 21h, no Rio Grande do Sul, pelo confronto atrasado da quarta rodada da competição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui