Apresentador comenta atitude do Atlético-MG em levar Gabigol ao STJD: ‘Me incomodou’

Clube mineiro destacou do uso da palavra 'inferno' em entrevista do jogador

Hulk se manifesta após polêmica: 'Acho Gabigol um grande jogador. Desejo tudo de melhor para ele'
Hulk, atacante do Atlético-MG, com Gabigol, do Flamengo, na Supercopa do Brasil — Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

A partida decisiva entre Flamengo e Atlético-MG pelas oitavas de final da Copa do Brasil ainda não começou dentro de campo. Contudo, a disputa entre os clubes seguem a todo vapor fora dos gramados após o alvinegro mineiro indiciar Gabigol pelo uso da palavra “inferno” no STJD.

Siga Diário do Fla no Twitter 

A fala foi dita pelo atleta logo após a derrota do Flamengo por 2 a 1, no Mineirão. Desse modo, em entrevista ainda em campo, o camisa 9 do Mengão se referiu a festa da Nação no Maracanã e comentou que o Atlético-MG conheceria o inferno no estádio. Após mais de uma semana do caso, o apresentador André Rizek se manifestou sobre o ocorrido e lamento a iniciativa do clube mineiro.

Siga Diário do Fla no Instagram 

“Me incomodou muito Flamengo e Gabigol terem que ir ao Tribunal explicar o termo ‘inferno’. Quando o Galo jogava no Horto, usava a frase ‘Caiu no Horto, tá morto’. Imagina se o Galo tivesse que se explicar sempre que jogasse no Horto”, disse o apresentador.

Curta Diário do Fla no Facebook 

Por fim, a bola rola para o confronto decisivo das oitavas de final da Copa do Brasil na quarta-feira (13), às 21h30, no Maracanã. O Flamengo precisa de uma vitória com mais de dois gols de diferença para garantir a classificação sem ter que levar a disputa para os pênaltis.